Wooden Beads

Ponte...nas ondas!

Ponte...nas Ondas! apresenta a sua experiência no Brasil

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

  • Os organizadores salientam que a prática pedagógica intercultural de PNO! é merecedora de ser divulgada a educadores de todo o mundo
  • A associação galego-portuguesa trocará experiências com especialistas de diferentes países
  • A diversidade cultural e a reflexão sobre práticas para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária estão entre os eixos deste encontro internacional

 

O XIX Congresso Mundial de Educadores vai decorrer de 11 a 13 de abril na UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. No evento vão participar entre 600 a 800 educadores e educadoras do Brasil e de todo o mundo sob o lema : EU SOU PORQUE NÓS SOMOS.

 

Ponte...nas ondas! apresentará a sua experiência na Mesa dos Povos da Lusofonia, conjuntamente com outros projetos de diferentes países. Santiago Veloso, o coordenador da Associação, fará a sua intervenção no painel do dia 11 junto com o sociólogo e professor da Universidade Agostinho Neto de Angola, Laurindo Vieira e a professora Débora Mazza, do Departamento de Ciências Sociais na Educação da UNICAMP de Brasil.

Paralelamente serão expostos  no Congresso, os materiais editados pela associação durante as duas décadas de atividades: o disco Meninos Cantores, o livro-disco Cores do Atlântico ( publicado no Brasil pela editora Latus da Universidade Estadual de Paraiba ) e o livro-cd-dvd Na ponte. Estas publicações interessaram à organização do Congresso que reconheceu, nas atividades desenvolvidas por Ponte...nas ondas!, uma excelente prática pedagógica intercultural merecedora de ser divulgada aos educadores de todo o mundo.

EU SOU PORQUE NÓS SOMOS

O tema escolhido para a reflexão e debate, tem a ver com o contexto social onde se desenvolvem as práticas educativas, com uma abordagem direta ao papel dos educadores sociais, e visa refletir sobre os campos de pesquisas e as práticas voltadas para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Numa sociedade que exige  uma reflexão crítica e profunda sobre os  fundamentos éticos, teóricos e metodológicos de uma atividade que precisa redefinir-se em função da mudança que atravessa a contemporaneidade, o Congresso surge como uma oportunidade de reunir alguns dos mais destacados pensadores da educação social, da educação popular e a da educação não formal como agentes dos processos  de transformação social que constroem estratégias de supervivência e resistência para os excluídos do sistema económico dominante.

Para além dos painéis de debate, mostras de trabalhos, exposições de projetos, stands e da feira da economia solidária, a diversidade cultural do Brasil terá uma importante presença no XIX Congresso Mundial de Educadoras e Educadores Sociais que se inaugura no dia 10 de abril no Centro de Convenções da UNICAMP em Campinas.

AS BOAS PRÁTICAS COM O PATRIMÓNIO

Neste Congresso, a Associação Ponte...nas ondas! terá oportunidade de mostrar as diversas ações que integram o património no processo de aprendizagem, não só ao nível formal como também em contextos sociais abertos à comunidade.

O trabalho com o património imaterial galego-português levado a cabo nas escolas da Galiza e do Norte de Portugal, constituirá uma das ações a ser divulgadas para além dos Concursos de Recolha, as Mostras da Oralidade ou a difusão do papel dos Tesouros Humanos Vivos. A transmissão deste património às novas gerações, através dos novos suportes digitais em Internet, é outra das linhas de trabalho que os educadores conhecerão no Congresso.

A UNESCO APLAUDE A EXPERIÊNCIA DE PONTE...NAS ONDAS!

A associação Ponte...nas ondas!, recentemente acreditada como ONG consultora do património imaterial pela UNESCO, acaba de participar na última sessão do 11º Comité Intergovernamental de Salvaguarda do Património Cultural Imaterial celebrada em Addis Abeba. Os antropólogos X.M.González Reboredo e Álvaro Campelo participaram nas sessões de debate junto com outras ONG, consultoras de todo o mundo, apresentando também a experiência de Ponte...nas ondas! na Universidade de Addis Abeba.

Numa das sessões do Comité, no painel “ Learning with intangible cultural heritage in education “ destacou-se o importante papel do património imaterial como um potente recurso pedagógico que contribui para melhoria da qualidade e das práticas educativas.

 

1 Patrimonio para o futuro


     novo logo patrimonio
   
 

 

logos15_anospremio ondas