Ponte…nas Ondas! celebra a diversidade


Convida às escolas a somar-se à celebração do Dia Mundial da Rádio que a UNESCO promove em todo mundo o 13 de fevereiro e também à celebração do 25 aniversário de Ponte…nas ondas! O 27 de março.

A temática proposta pela UNESCO é a DIVERSIDADE em todas as suas manifestações: diversidade cultural, diversidade de género, diversidade de idades, nacionalidades, etc.

Ponte…nas ondas!, experiência de rádio escolar multimídia, propõe às escolas que expressem a sua diversidade empregando todas as possibilidades que oferece a rádio em todos os seus géneros jornalísticos ( entrevistas, reportagens, opiniões, etc. ), formatos ( áudios, podcasts, vídeos, etc. ) e transmissões (FM, rádio online, redes sociais ).

POSSÍVEIS ATIVIDADES:

  • Realização de um programa de rádio com vozes e opiniões de alunos e professores de diversas origens
  • Realização de podcasts com diferentes alunos e professores de países e procedências diferentes
  • Áudios de alunos e alunas de minorias e de línguas diferentes que estejam nas salas de aulas.
  • Programa de rádio para sectores sociais específicos
  • Noticiários que mostrem a diversidade da sociedade

PARTICIPAÇÃO NO DIA MUNDIAL DA RÁDIO

  • Assistir a uma emissora de rádio o dia 13 de fevereiro e realizar um programa em direto. PNO! facilitará esta participação.
  • Realizar um programa ao vivo na escola com convidados de diversas procedências e orientações.
  • Envio de áudios, podcasts ou vídeos para serem emitidos no portal “Escolas nas ondas” o 13 de fevereiro.
  • Desde o portal “Escolas nas ondas” transmitiram-se as produções realizadas das escolas participantes.

    A DIVERSIDADE NA RÁDIO !

    www.escolasnasondas.com

    DIA MUNDIAL DA RADIO 2020 – A DIVERSIDADE

    A rádio é um meio poderoso para celebrar a humanidade em toda a sua diversidade e constitui uma plataforma para o discurso democrático. Globalmente, a rádio continua a ser o meio mais consumido. Esta capacidade única de alcançar a mais ampla audiência significa que a rádio pode moldar a experiência da diversidade de uma sociedade, sendo um palco para todas as vozes serem expressas, representadas e ouvidas. As estações de rádio devem servir diversas comunidades, oferecendo uma grande variedade de programas, pontos de vista e conteúdos, e refletir a diversidade de audiências em suas organizações e operações.

    Esta edição do DIA MUNDIAL DA RADIO está dividida em três subtemas principais:

    Defendendo o pluralismo na rádio, incluindo uma mistura de estações de rádio públicas, privadas e comunitárias;
    Incentivar a representação na redação, com equipes formadas por diversos grupos da sociedade;
    Promover uma diversidade de conteúdos editoriais e tipos de programas que reflictam a variedade de audiências.

    MENSAGENS-CHAVE:

    A rádio pode integrar pessoas de diversos grupos em suas equipes editoriais, incluindo mulheres, jovens, minorias de diferentes origens, LGBTQI, pessoas com deficiência e outros;

    Para gerir a diversidade, as estações de rádio podem recolher dados e desenvolver cartas de igualdade de oportunidades para promover a diversidade e a inclusão na sua força de trabalho;

    A rádio pode representar todos os homens, mulheres e crianças de forma justa e igualitária, criando e transmitindo programas dirigidos por e para sectores específicos da sociedade, ao mesmo tempo que reflecte a diversidade da população nos programas mainstream. As estações de rádio também podem estabelecer objectivos de diversidade nos programas e procurar regularmente feedback do público sobre eles;

    Os portadores de obrigações, incluindo os reguladores dos meios de comunicação social, podem promover um ambiente favorável ao florescimento da diversidade radiofónica através de diferentes medidas: por exemplo, aumentando o licenciamento de rádio operado por uma variedade de grupos, tais como os grupos indígenas/nativos/minoritários – e/ou medindo o progresso dos radiodifusores em direcção à diversidade;

    As tecnologias de notícias aumentam a diversidade na rádio. DAB/DAB+, transmissão online, rádio por satélite e tecnologias de transmissão de baixo custo expandiram o acesso a métodos rentáveis de transmissão e difusão de programas. Os podcasts também abriram as portas para novas formas de produção e consumo de áudio, aumentando o acesso à informação e a variedade de programas disponíveis.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here